Header_Como hospedar de graça no Couchsurfing

Você já ouviu falar do Couchsurfing? O nome é referente a uma rede social que integra turistas que desejam encontrar uma hospedagem gratuita durante o período da viagem. Parece bom, não? É uma ótima forma de economizar e, ao mesmo tempo, conhecer muito mais da cidade que você vai visitar. O sistema é bem simples: o Couchsurfing permite que você fique hospedado com alguém que já mora no local e, dessa forma, você terá a experiência de conhecer o ponto turístico de acordo com as sugestões do anfitrião. Ou seja, você pode viver e experimentar o cotidiano completo da cidade, fugindo das viagens turísticas convencionais.

O Couchsurfing (www.couchsurfing.org) foi criado em 2003 e já tem mais de 4 milhões de usuários! Quem já utilizou o serviço, diz que ele promove a solidariedade entre as pessoas, com ajuda mútua, além de ser uma boa opção para fazer novas amizades. A tradução literal de couchsurfing” significa “surf no sofá”, sendo uma referência para a aventura no sofá (casa) de outros. Confira algumas dicas de como fazer parte dessa rede social e se hospedar de graça!

Como me hospedar de graça no Couchsurfing

Young women planning vacation trip and searching information or booking an hotel on a smart phone and laptop

  1. Em primeiro lugar, para fazer parte da rede Couchsurfing você precisa criar um perfil no site: www.couchsurfing.org. Lá, você irá preencher um formulário com diversas perguntas, como profissão, quais idiomas você fala, cidade natal, interesses, coisas incríveis que já fez, filosofia pessoal, entre outros. Não é obrigatório responder tudo, mas é uma maneira dos outros integrantes do Couchsurfing saberem mais sobre você.
  2. Depois, você pode procurar pelos hosts, que são as pessoas que oferecem o sofá para hospedagem. Vá até a parte “find a couch”, colocando o período da viagem, para onde vai e qual o motivo da visita. Também é possível filtrar por gênero e idade.
  3. Para finalizar, você poderá ler os perfis de cada host do Couchsurfing e decidir qual anfitrião tem mais a ver com você. Ah, também tem uma seção de comentários, onde é possível ver as recomendações (ou não) de quem já se hospedou com aquela pessoa.

Young woman hacker with backpack sitting on wooden log. Mixed media

Você também pode se inscrever como host, mas não é obrigatório. Na opção “Couch Information” há mais detalhes de como ser um anfitrião e abrir a sua casa para outro couchsurfer. Você também pode colocar a opção “Not right now, but I can hang out”, onde você se coloca à disposição para tomar um café com outros integrantes do Couchsurfing que estão passando pela sua cidade, sem oferecer hospedagem.

2 – Couchsurfing é seguro?

Woman with backpack swims on boat among karst mountains to meet her friends. Tam Coc, North of Vietnam. Travel and active lifestyle, summer holiday concept.

Mas, você pode estar se perguntando: “Couchsurfing é seguro?”, “E se eu abrir a minha casa para hospedar alguém e for roubado?”, “E como ficam os meus pertences?”, afinal, ninguém tem estrela na testa. Bem, mas de acordo com a opinião de couchsurfers de todo o mundo, o serviço é sim muito seguro! Isso porque você pode avaliar e identificar quais pessoas são confiáveis ou não, por meio dos comentários da própria plataforma. Por isso, é importante responder todas aquelas perguntinhas para fazer o seu perfil.
Uma outra recomendação é: se você é mulher, prefira se hospedar na casa de uma outra mulher. Também leia com atenção todas as condições do host, como por exemplo, qual o tipo de acomodação que ele irá oferecer e se terá tempo para dar atenção para você.

3 – Experiência de Couchsurfing em viagens internacionais

Travel planning concept on map

O Couchsurfing está presente em vários países e, acaba sendo uma das opções mais vantajosas para quem está fazendo mochilão. O intercâmbio cultural, a troca de experiências e a oportunidade de conhecer pessoas diferentes são só algumas das vantagens que o serviço oferece. Em uma busca rápida no site, é possível encontrar hosts em Londres, Budapeste, Itália e muito mais!
O relato de experiência de quem se hospedou pelo Couchsurfing é sempre muito positivo! Além disso, você pode fazer uma amizade internacional para toda a vida e ter a oportunidade de voltar, ou se encontrar novamente, em algum momento.
E você, já se hospedou em outros países com o Couchsurfing? Conte a sua experiência para a gente nos comentários!

4 – Couchsurfing no Brasil

Brazil, Brazil landmarks, travel and retro suitcase

A presença do Couchsurfing no Brasil tem crescido muito! Você pode encontrar muito hosts e surfers por todas as cidades brasileiras. Em São Paulo, por exemplo, há diversos encontros de couchsurfers, onde você pode trocar informações sobre o serviço, conhecer novas pessoas da sua própria cidade e se divertir. Tem até uma página no Facebook do Couchsurfing no Brasil.

E aí, o que achou das nossas dicas sobre o Couchsurfing? Ficou com vontade de experimentar o serviço ou oferecer sua casa para viajantes? Conte para nós o que você acha da ideia!

Escrito Por: Nayara Kobori

nayara

Gostou do post? Deixe sua opinião aqui: